2. História

Fortran

«Antes de 1954, quase toda a programação era feita em linguagem de máquina ou linguagem assembly. Os programadores consideravam, com razão, seu trabalho como uma arte complexa e criativa que exigia a inventividade humana para produzir um programa eficiente. Grande parte de seu esforço foi dedicado à superação das dificuldades criadas pelos computadores daquela época: a falta de registros de índice, a falta de operações internas de ponto flutuante, conjuntos de instruções restritos (que podiam ter AND, mas não OR, por exemplo), e arranjos primitivos de entrada e saída. Dada a natureza dos computadores, os serviços que a “programação automática” executava para o programador estavam preocupados em superar as deficiências da máquina. Assim, a principal preocupação de alguns sistemas de “programação automática” era permitir o uso de endereços simbólicos e números decimais (por exemplo, o MIDAC Input Translation Program [Brown e Carr 1954]).» (John Backus, The History of Fortran I, II, and III, IBM Research Laboratory, San Jose, California)

O Fortran, que significa FORmula TRANslator, foi criado por uma equipe liderada por John Backus na IBM em 1957, como uma ferramenta de programação para o IBM 704, com a finalidade de agilizar a resolução de cálculos científicos. Foi a primeira linguagem de programação de alto nível.

Referências: